Entrevista ao seleccionador distrital Hugo Ranito

O MaisBasquetebol aproveitou também para fazer umas perguntas ao seleccionador distrital de Sub-14 Masculinos de Castelo Branco, Hugo Ranito, que estará mais uma vez em Portimão a orientar os iniciados do “interior”:

 hugo-ranito

Hugo Ranito, antes da partida para Portimão quais são as expectativas para esta competição?

As expectativas não são muitas devido ao pouco número de jogadores existentes no escalão de sub-14 que o distrito de Castelo Branco tem, o pensamento será sempre ultrapassar as dificuldades jogo a pós jogo.

 

De entre os atletas que compõem esta equipa de iniciados, destacas algum que se possa revelar uma surpresa nesta competição?

Sim tenho um jogador que se destaca pela sua altura e já demonstra uma maturidade acima da média, quem sabe a selecção Nacional.

 

 

O que pensas desta competição concentrada em Portimão?

Destes anos todos em que eu participo no inter-Selecções e pela terceira vez que vou a Portimão a opinião é do melhor que o basquetebol poderia dar ao jovens jogadores. A FPB poderia olhar mais para os jovens jogadores já que são eles o futuro do basquetebol em Portugal só assim o nosso basquetebol poderá evoluir, claro que não só com o inter-Selecções mas mudar mais algumas coisas, já que Portimão é um Sucesso.

 

No que se refere à competição de formação no distrito de Castelo Branco, como é o estado actual do nível praticado?

É uma pergunta difícil, a formação no nosso distrito esta com muitos défices quer em número de jogadores, treinadores com formação, árbitros e dirigentes, o apoio é pouco quer a nível Camarário quer a nível da FPB que podia olhar de outra forma para o interior do país e fazer com que o basquetebol fosse melhorado já que os nossos jovens merecem também praticar este desporto bonito como ele é.

 

Achas que o basquetebol no interior do país, como no teu distrito, se esta aproximar do nível do praticado no litoral do país ou continuam a ser duas realidades muito distintas?

Continua a ser duas realidades diferentes e cada vez mais se acentua estas duas realidades, como disse na pergunta acima a FPB deveria aproximar mais com outros tipos de ajudas, pensar que o basquetebol no interior é diferente ao do litoral vir ver a nossa realidade, sentir as nossas dificuldades e ai sim encontrar formas de evoluir o basquetebol para um dia as realidades não serem tão diferentes, só a sim o basquetebol em Portugal poderá chegar um dia ao nível do praticado em Espanha, acho que deveríamos aprender um pouco com os nossos vizinhos espanhóis e tirarmos os aspectos positivos deles.

Quem sabe se algum dia possamos ter uma Selecção Nacional entre as melhores.

 

Que conselho das a um jovem da tua região que queira tornar-se jogador(a)?

Muito simples, Nunca desistir do sonho de ser jogador e trabalhar o dobro que os jogadores do litoral, só a sim poderão vingar na modalidade.

Explore posts in the same categories: Entrevistas, Portimão 2009, Selecções Distritais

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: