Archive for the ‘Campeonato da Europa 2009 Sub16 Masculinos em Portugal’ category

Rescaldo da Votação – Futuro dos Sub16Masculinos

Segunda-feira,24 Agosto, 2009

Foram 77 pessoas, as quais desde já agradecemos a participação activa, que deram a sua opinião na votação “Qual o jovem jogador dos Sub16Masculinos com melhor perspectiva de futuro?” levada a cabo no MaisBasquetebol.

A grande maioria dos participantes “aposta” que o nome Jonah Callenbach é para decorar. O jovem luso com descendência holandesa e que joga actualmente em Espanha, obteve 40% dos votos. Callenbach esta mesmo uns furos valentes acima dos seus colegas, quer actualmente (a vertente que menos interessa) quer como perspectiva futura. O número 9 luso revela um óptimo conhecimento do jogo, boas capacidades técnicas e bons indicadores físicos para o futuro e, fundamentalmente, revela algo que é pouco comum nos portugueses, capacidade de decisão e de assumir responsabilidades. Acho que é claro que o Jonah Callenbach foi um claro destaque português neste campeonato.

Em segundo na votação é o portista Miguel Cardoso com 16%. Miguel foi o verdadeiro motor e alma de toda a equipa portuguesa, todo o jogo luso era pautado por este base. Além de ser uma enorme fonte de assistências para os seus companheiros, Miguel é também um bom marcador de pontos, com um sentido de cesto apurado e até com algum predicado para o lançamento longo. Miguel Cardoso parece ser extremamente competitivo e com uma grande entrega ao jogo, o que é sempre fundamental para ter sucesso, qualidade não lhe faltam para puder triunfar no futuro.

O último posto do “pódio” foi ocupado por Hugo Sota com 13%. Sota obteve números interessantes durante o Europeu, chegando a realizar dois duplos-duplos (Bulgária 11pts-16ress e Irlanda 18pts-20ress) e sendo o 5ºmelhor ressaltador do campeonato. Sota com 1,99m de altura, possui estatura para a modalidade (algo que muitas vezes falta aos jogadores lusos) e além disso, possuía coordenação motora para puder completar o seu jogo e capacidade de mobilidade em campo, mas isso já será trabalho de… treinador! Sota têm ao seu dispor boas “armas” para singrar, mas o trabalho é fundamental.

O resto das votações são distribuídas por vários jogadores, também eles com boas perspectivas de futuro para as suas carreiras. Entre os vários elementos da selecção, nomes como Artur Castela, com 2m de altura e uma boa constituição física; João Álvaro, uma enorme capacidade defensiva e estando num clube com uma boa escola de formação, Barreirense; Pedro Costa, jogador com enorme potencial ofensivo, apesar de ter passado um pouco ao lado do Europeu; ou Filipe Teixeira, também com dois duplos-duplos (Roménia 13pts-15ress e Irlanda 13pts-11ress), com uma elevada estatura (1,99m) e boa capacidade técnica.

O certo é que há bons valores, há boas perspectivas de futuro. É necessário trabalha-las como potenciais…futuros, para sucessos futuros e não no imediato.

E também é necessário ter em atenção que esta geração não se esgota nestes 12jogadores e que há muitos mais valores pelo país fora, que podiam perfeitamente ter representado esta selecção, mas o que interessa é…o futuro!

Anúncios

Votações – Futuro dos Sub16 Masculinos

Quarta-feira,19 Agosto, 2009

foto equipa portugal

Sub16 Masculinos – Estatística Global Final

Quarta-feira,19 Agosto, 2009

estatisticas portugal FINAL

Classificação do Campeonato da Europa Sub16 Masculinos

Segunda-feira,17 Agosto, 2009

Divisão A                                    Divisão B

classificação final

espanhaEspanha, Campeã da Europa de Sub16 Masculinos

Sub16 Masculinos terminam em 13º

Segunda-feira,17 Agosto, 2009

Portugal terminou a sua participação no Campeonato da Europa como 13ºclassificado. Temos a noção de que o nível natural das selecções portugueses é em redor desta posição, mas quem assistiu a este campeonato ficou com a sensação que uma melhor classificação podia ser facilmente alcançada.

Portugal 76 Holanda 71

15082009069

Portugal no sábado jogou contra a Holanda, em Santa Maria da Feira, com o objectivo de fugir ao jogo de disputa do último posto. A selecção da casa entrou muito forte no encontro, com grande intensidade defensiva no seu pressing a campo inteiro, com vários roubos de bola, mas que depois nem sempre eram materializados em pontos (com muitos lançamentos fáceis falhados). Com o tempo a passar e sem grande rotação da equipa, a capacidade defensiva de Portugal foi baixando e a equipa holandesa foi conseguindo soltar-se mais, aliado aos pontos perdidos, o 1ºperiodo termina com uma igualdade a 21pts.

Daqui até ao final do encontro, assistiu-se a uma partida em muitos momentos mal jogada, com muitos erros cometidos pelos portugueses e com algum receio em falhar ou assumir o jogo. Portugal terminou o jogo com 30lançamentos de 2pts falhados, o que transmite a ideia de como o jogo se realizou.

No 3ºperiodo Portugal conseguiu ter uma boa reacção e disparar no marcador, ao vencer este período por 10pts, permitiu ganhar uma boa vantagem para controlar o jogo nos últimos 10min. Apesar do desacerto permanente e do constante aproximar dos holandeses, Portugal nunca foi capaz de sentenciar o jogo, estando até aos momentos finais apertado para alcançar a desejada vitória.

Num jogo em que o desacerto era enorme, sendo quase unicamente Miguel Cardoso (por vezes exageradamente individualista) assumir responsabilidades de lançamento, apesar das boas prestações, embora discretas, de Miguel Soares e Ruben da Silva, custa a compreender os 40m no bando de Jonah Callenbach, claramente a melhor “arma” ofensiva das quinas.

Portugal 95 Irlanda 66

Com a vitória contra a Holanda, o jogo de domingo Portugal ia disputar contra a Irlanda (equipa que já tinha vencido neste Europeu) o 13º posto da classificação.

Apesar de um 1ºperiodo muito produtivo por ambas as equipas, com os portugueses a terminarem a vencerem por 27-24, no 2ºperiodo os irlandeses perderam o norte e o sentido de cesto, fazendo com que Portugal vencesse estes 10m por 24-4 o que sentenciou logo o encontro.

Daqui para frente os Portugueses limitaram-se a controlar a equipa adversária e o marcador, de forma a fecharem este Campeonato da Europa em Portugal com uma boa vitória.

De destacar neste encontro a actuação de Callenbach, que apesar de não ter alinhado de inicio, conseguiu em 26min converter 23pts, obter 4ress, 4ass e ainda roubar 5bolas. Também Hugo Sotta, que na véspera tinha actuado somente 9m no último período e tinha tido um papel fundamental para a vitória, foi outra das referências do jogo com 18pts e 20ress.

Campeonato da Europa Sub16 Masculinos – Rankings Individuais

Sexta-feira,14 Agosto, 2009

individuais

Na imagem lateral são apresentados os Rankings Individuais da estatística obtidas por todos os jogadores que participam nesta Divisão B do Campeonato da Europa, aparecendo assim o Top5 em Pontos, Ressaltos e Assinstências.

De realçar para as cores lusas duas prestações e respectivas presenças no top5 destes rankings. O primeiro grande destaque, vai directo para Miguel Cardoso, tem realizado um magnífico Europeu. Como já aqui afirmamos Miguel é quem comanda toda a selecção nacional, como se comprova pelo seu 2ºlugar no ranking das assistências (este ranking foi liderado pelo Miguel até à bem pouco tempo).

A outra presença lusas nestas lideranças estatísticas individuais, vai para uma área do jogo onde Portugal não é “cliente” habitual, os ressaltos! Devido à tradicional baixa estatura lusa, a presença de Filipe Teixeira como o 5ºmelhor ressaltados deste Europeu até ao momento é um facto importante, Filipe dos seus 1.99m de altura, tem sido um rei na luta das tabelas nos jogos lusos.

No que se refere a classificação nos pontos, o primeiro português aparece na 19ªposição, é o seu nome Jonah Callenbach (a outra grande figura a par de Miguel) com uma média de 14pts por jogo.

Campeonato da Europa Sub16 Masculinos – Próximos Jogos

Sexta-feira,14 Agosto, 2009

Com o campeonato da Europa de Sub16 Masculinos que se está a realizar a norte do país, aproximar-se rapidamente do seu fim, com cada equipa a ter somente mais dois jogos para realizar, de forma a definir por completo a classificação final.

Portugal, infelizmente, o melhor que pudera alcançar é o 13º posto, sendo que em caso de perder os dois jogos finais, quedara-se pelo 16º e ultimo posto da classificação. Para já Portugal irá defrontar a Holanda para fugir a esse último lugar, amanhã no pavilhão do GRIB pelas 16:15h. a disputar estes últimos posto com Portugal e Holanda, estão também as selecções do Luxemburgo e da Irlanda.

Já no lado oposto da classificação, as equipas que se encontram nas meias-finais para disputar o vencedor deste Europeu divisão B e a subida para a divisão A, são Dinamarca-Inglaterra (uma das meias finais) e a Eslovénia-Bulgária. Estas meias-finais são disputadas amanhã em Oliveira de Azémeis.

O calendário dê jogos para amanhã é o seguinte:

Sem título

Os jogos de apuramento entre o 5º e o 8º posto serão realizados em Oliveira da Azeméis, enquanto que os do 9º e 12º posto serão no Pavilhão das Travessas em São João da Madeira.