Archive for the ‘Selecções Nacionais’ category

André Martins é novo seleccionador dos Sub20 Masculinos

Sexta-feira,13 Novembro, 2009

André Martins ex-técnico do Queluz, vai passar a ser técnico dos quadros da Federação, mas especificamente treinador da selecção nacional de Sub20 Masculinos. O jovem técnico André Martins substituí assim Orlando Simões ao cargo desta selecção.

Com a contratação de André Marques, o quadro de técnicos no sector masculino fica completo, com os Sub16 a continuarem ao cargo de Rui Alves (adjunto de Moncho Lopez na Selecção Sénior), enquanto os Sub18 são liderados por Ivan Kostourkov.

Rescaldo da Votação – Futuro dos Sub16Masculinos

Segunda-feira,24 Agosto, 2009

Foram 77 pessoas, as quais desde já agradecemos a participação activa, que deram a sua opinião na votação “Qual o jovem jogador dos Sub16Masculinos com melhor perspectiva de futuro?” levada a cabo no MaisBasquetebol.

A grande maioria dos participantes “aposta” que o nome Jonah Callenbach é para decorar. O jovem luso com descendência holandesa e que joga actualmente em Espanha, obteve 40% dos votos. Callenbach esta mesmo uns furos valentes acima dos seus colegas, quer actualmente (a vertente que menos interessa) quer como perspectiva futura. O número 9 luso revela um óptimo conhecimento do jogo, boas capacidades técnicas e bons indicadores físicos para o futuro e, fundamentalmente, revela algo que é pouco comum nos portugueses, capacidade de decisão e de assumir responsabilidades. Acho que é claro que o Jonah Callenbach foi um claro destaque português neste campeonato.

Em segundo na votação é o portista Miguel Cardoso com 16%. Miguel foi o verdadeiro motor e alma de toda a equipa portuguesa, todo o jogo luso era pautado por este base. Além de ser uma enorme fonte de assistências para os seus companheiros, Miguel é também um bom marcador de pontos, com um sentido de cesto apurado e até com algum predicado para o lançamento longo. Miguel Cardoso parece ser extremamente competitivo e com uma grande entrega ao jogo, o que é sempre fundamental para ter sucesso, qualidade não lhe faltam para puder triunfar no futuro.

O último posto do “pódio” foi ocupado por Hugo Sota com 13%. Sota obteve números interessantes durante o Europeu, chegando a realizar dois duplos-duplos (Bulgária 11pts-16ress e Irlanda 18pts-20ress) e sendo o 5ºmelhor ressaltador do campeonato. Sota com 1,99m de altura, possui estatura para a modalidade (algo que muitas vezes falta aos jogadores lusos) e além disso, possuía coordenação motora para puder completar o seu jogo e capacidade de mobilidade em campo, mas isso já será trabalho de… treinador! Sota têm ao seu dispor boas “armas” para singrar, mas o trabalho é fundamental.

O resto das votações são distribuídas por vários jogadores, também eles com boas perspectivas de futuro para as suas carreiras. Entre os vários elementos da selecção, nomes como Artur Castela, com 2m de altura e uma boa constituição física; João Álvaro, uma enorme capacidade defensiva e estando num clube com uma boa escola de formação, Barreirense; Pedro Costa, jogador com enorme potencial ofensivo, apesar de ter passado um pouco ao lado do Europeu; ou Filipe Teixeira, também com dois duplos-duplos (Roménia 13pts-15ress e Irlanda 13pts-11ress), com uma elevada estatura (1,99m) e boa capacidade técnica.

O certo é que há bons valores, há boas perspectivas de futuro. É necessário trabalha-las como potenciais…futuros, para sucessos futuros e não no imediato.

E também é necessário ter em atenção que esta geração não se esgota nestes 12jogadores e que há muitos mais valores pelo país fora, que podiam perfeitamente ter representado esta selecção, mas o que interessa é…o futuro!

Mais uma vitória expressiva da Selecção Sénior Feminina

Segunda-feira,24 Agosto, 2009

Luxemburgo 37 Portugal 85

Portugal já tinha garantido a presença no playoff que vai decidir quem sobe para a divisão A. Esta deslocação de Portugal ao Luxemburgo era somente para cumprir calendário, sendo óptimo para a nossa selecção treinar para o encontro decisivo do playoff.

Em relação ao playoff, a equipa das quinas ficou a conhecer o adversário, que será a Macedónia, que venceu o grupo A sem qualquer derrota, vencendo na última jornada realizada a também forte equipa holandesa por 61-70 na Holanda.

Quanto ao jogo no Luxemburgo em si, pouca história há para contar, Portugal entrou muito forte resolvendo logo na primeira parte o encontro com enorme facilidade, com parciais de 9-19 e 9-17 Portugal sentenciou a história do jogo.

Num jogo com enorme facilidade, as prestações individuais são várias, Sofia Ramalho com 15pts e Paula Muxiri com 17pts, mas o maior destaque é Sónia Reis com 23pts, com a magnífica percentagem de 92% de 2pts com 11/12, tendo ainda tempo para conquistar 11ress.

Portugal perde em casa com a Bélgica

Sexta-feira,21 Agosto, 2009

Portugal 58 Bélgica 60

A nossa selecção sénior masculina este jogo já nada dizia, a não ser a honra e o prestígio que é aplicado em cada jogo, para a Bélgica era um decisivo jogo no qual tinha que vencer para garantir o 1ºlugar e assim ir disputar o jogo final de apuramento para o Europeu.

Apesar de em termos classificativos para Portugal este jogo nada contava, a nossa selecção não “brincou” com o apuramento (até porque a Bósnia passava em caso de vitória lusa) ao contrário que muitas vezes se vê. Toda a selecção nacional entregou-se ao máximo neste jogo para o vencer.

No primeiro período Portugal não esteve muito bem ofensivamente, marcando somente 9pts, mas também o jogo neste início estava algo confuso, muito devido ao nervosismo dos belgas, que estavam a sentir o peso da importância do encontro. No segundo período as alterações foram escassas, pouco acerto ofensivo e poucos pontos eram a principal nota do jogo, com 11pts para cada lado.

Na 2ªparte já houve mais pontos e já houve mais Portugal, a nossa selecção nacional venceu os dois períodos do segundo tempo (19-16 e 19-17), mas mesmo assim revelou-se escasso para obter a vitória.

Saindo assim de Portugal uma Bélgica surpreendente que vai disputar com a França o último lugar no Campeonato da Europa de Setembro.

Mais uma vez o grande destaque individual vai para Carlos Andrade (o melhor jogador nacional neste Verão de selecção) com 16pts e 7 ress; “Betinho” Gomes também esteve em relevo (que falta fez devido a lesão a esta selecção) 10pts e 4ress.

Selecção Sénior Feminina garante playoff para subida de divisão

Quinta-feira,20 Agosto, 2009

Portugal 73 Estónia 41

A selecção sénior feminina venceu ontem, em Coimbra, a selecção da Estónia por largar margem e garantiu assim o apuramento para disputar o playoff do qual saíram as equipas que vão subir da divisão B para a divisão A.

Para o jogo de ontem era esperado o regresso das mais bem sucedidas jogadoras portuguesa, Mary Andrade, à muito afastada da camisola das quinas. Mas este enorme reforço não se veio a verificar (não passou num teste físico) mas toda a equipa não deu importância a esta ausência e num forte colectivo construiu uma vitória “gorda” sobre um forte oponente.

Quanto à história do jogo em si, logo no primeiro período a selecção da casa demonstrou que estava determinada em vencer a partida, apesar de não entrar logo com a “mira” afinada, falando inclusive cesto fáceis, aos pontos foi encontrado o caminho para o cesto (inclusive através da linha de 3pts onde Joana Lopes esteve em bom plano), terminando os primeiros 10m com uma vantagem de 6pts (19-13).

Mas foi no segundo período que Portugal teve o seu melhor desempenho. Ao aumentar a pressão defensiva, com uma excelente atitude de todas as jogadoras lusas, neste período a Estónia só conseguiu 2pts e mesmo este foram da linha de lance livre, ou seja, Portugal não sofreu nenhum cesto de campo neste período.

No inicio da segunda parte esperava-se uma reacção das visitantes, mas mais uma vez as comandadas de Carlos Portugal não deram hipótese, aumentando mesmo a vantagem já registada ao vencer 22-12 este 3ºperiodo. O último período foi já um passeio para Portugal que mesmo assim venceu mais uma vez por 19-14, construindo assim uma magnífica vitória que lhe vai permitir disputar a subida de divisão, de maneira a juntar-se à elite do basquetebol europeu.

Além da já referida Joana Lopes, com 3/5 em triplos, Sónia Reis com 26pts e 8ress e Paula Muxiri 11pts, 4ress e 3ass foram o expoente máximo de um conjunto que vale pelo seu colectivo onde as 12jogadoras tiveram em campo. Portugal obteve no seu colectivo magníficas percentagens, com 22/40 de 2pts, 55%, e 6/10 de 3pts.

Esta nossa selecção joga agora dia 22 no Luxemburgo, mas o 2ºposto da classificação já não lhe foge, logo atrás da Suécia. Ficando assim à espera que no Grupo A se decida quem é o primeiro classificado contra quem Portugal vai jogar, visto que a Holanda recebe a selecção de Montenegro donde o vencedor garante o 1ºlugar do grupo.

Votações – Futuro dos Sub16 Masculinos

Quarta-feira,19 Agosto, 2009

foto equipa portugal

Sub16 Masculinos – Estatística Global Final

Quarta-feira,19 Agosto, 2009

estatisticas portugal FINAL